COMPARTILHAR

O mercado de smartphones está cada vez mais competitivo, novas tecnologias e aprimoramento dos componentes e a escolha fica cada vez mais difícil.

Diante do cenário competitivo a Huawei lançou dois novos modelos, chamado Huawei Nova 2 e Huawei Nova 2 Plus, são bem parecidos os dois quando se fala de especificações técnicas, basicamente muda apenas o tamanho.

Mas o que surpreende nesse aparelho é a câmera frontal de 20 megapixel, câmera traseira possui 12 megapixels, com duas câmeras, a segunda câmera possui 8 megapixel e ajuda com zoom óptico e modo retrato.

As duas versões são desenvolvidas com uma única estrutura de metal, diferenciando apenas a tela, que varia entre os dois modelos, a versão Nova 2 chega ao mercado com 5 polegadas, a versão Nova 2 Plus chega com 5,5 polegadas.

Ambos possuem tela LCD LPTS com resolução de 1080p e ambos são cobertos com vidro curvo 2,5D, o aparelho é considerado um intermediário por causa das demais características técnicas, mas a câmera surpreende.

O smartphone com 20megapixel é ultrafino, com 6,9 milímetros de espessura para as duas versões, a capacidade da bateria é de 2.950mAh na versão Nova 2 e 3.340mAh na versão Nova 2 Plus.

A primeira geração do Huawei Nova tinha como processador o Snapdragon 625, mas agora foi substituído pelo Kirin 659.

Para quem não lembra, ano passado a Huawei passou a fabricar seus próprios processadores, não há muitas empresas que fazem, mas seria uma das pioneiras no mercado, segundo os especialistas o processador melhorou processamento gráfico e outras aplicações.

O Huawei Nova e Nova Plus chega com grande capacidade de memória, para armazenar todas as fotos desses 20 megapixels, os modelos variam entre:

  • 4GB de memória RAM e 64GB de memória Interna
  • 4GB de Memória RAM e 128 GB de memória Interna

Eles devem custar aproximadamente US$ 325 e US$ 420, as vendas começam em 16 de junho.

Veja o comercial oficial:

Ele me lembra um pouco do design do iPhone, mas deixando isso de lado, acredito que a próxima competição será entre a produção de processadores, a Xiaomi com Pinecone, Samsung Snapdragon e agora Huawei com Kirin, quem será a próxima?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor entre com seu nome aqui