COMPARTILHAR

Depois de um bom tempo de espera, o primeiro smartphone modular da Lenovo começa vendas no Brasil. Um evento que aconteceu hoje (14/09) em São Paulo foi o anuncio oficial da empresa Lenovo (que comprou a Motorola a um certo tempo) e os preços estão atrativos, mas um pouco salgado.

Moto Z

A versão mais básica, que é o Moto Z Play tem valor inicial de R$2.199,00. Parece atrativo, mas pense que essa versão vem sem Moto Snaps, que são o que fazem a diferença e trazem a graça a um aparelho modular. Já a versão mais parruda do Lenovo Moto Z, tem valor sugerido de R$3.199,00 que se mostrou até que interessante, já que na caixa do produto já vem um Moto Snaps (nesse valor, o Moto Z vem com o moto snap que da uma carga a mais para o smartphone).

Agora se a pessoa quiser comprar Moto Snaps de forma avulsa, vai ter que desembolsar de R$99,00 até R$1.499,00, com isso vemos que é bem mais em conta comprar logo um combo (caixa que venha um smartphone e algum modulo), pois pelo menos colocando a conta na ponta do lápis fica realmente mais barato.

O Lenovo Moto Z, em sua versão sem extras (nada de Play ou outro nome depois da letra “Z”) vem com um belo hardware que impressiona. Temos aqui um processador Qualcoom Snapdrago 820 de 1,8 GHz e 4 GB de memória RAM e 64 GB de memória interna. Todo esse hardware vem em um corpo que tem uma tela QHD de 5.5 polegadas, com resolução de 1440 x 2560 pixels, tendo densidade de pixels em 535.

Sua câmera traseira tem 13 MP, com abertura de F1.8, tendo resolução de 4160 x 3120 pixel e demonstra produzir excelentes fotos, mas isso principalmente por causa da lente que a Lenovo decidiu caprichar (assim como em outros smartphones da empresa). Já a câmera frontal conta com 5 MP e apresenta uma boa qualidade.

O Lenovo Moto Z Play chega com o mesmo tamanho de tela, 5.5 polegadas, porem aqui temos uma tela AMOLED com resolução Full HD, com 403 ppi. No processador também notamos uma queda, isso porque o Moto Z Play vem com um processador Snapdragon 625, com oito núcleos de 2 GHZ e 3 GB de memória RAM. Talvez as mudanças não afetem tanto sua usabilidade e pode até valer a pena, pensando que o seu valor é mais em conta.

Na câmera a perda não foi na quantidade de megapixels e sim no jogo todo. Aqui temos uma câmera traseira de 13 MP (igual temos na outra versão), mas a abertura é de f/2.0 e o foco é o chamado misto a laser. Isso pode não parecer muita coisa, mas pequenas configurações mudam bastante a qualidade das imagens. Sua câmera frontal, pelo que tudo indica, não sofreu nenhuma “retirada” e conta ainda com 5 MP.

Agora os interessados em adquirir os novos “brinquedos” da Lenovo, já podem buscar nas maiores lojas do pais e levar para casa seu smartphone com design modular.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor entre com seu nome aqui