COMPARTILHAR

A pouco tempo a Blackberry retornou ao mercado com alguns novos dispositivos e ganhou notoriedade ao surgir com sistema operacional Android, deixando de lado seu próprio programa (RIM), mas os planos da canadense são outros, a empresa pretende deixar a divisão mobile e focar em produção de softwares.

Algumas pessoas devem lembrar que a BlackBerry era líder de mercado em celulares no segmento corporativo, naquela época poucos fabricantes ofereciam todos os recursos que a canadense colocava a disposição do usuário, um dos principais era acessar e-mail de qualquer lugar.

No Mobile World Congress 2017 a fabricante apresentou o BlackBerry KeyOne, apresentando sua marca registrada, o teclado físico, além de controle de gestos que aumenta a experiência dos usuários.

Saiba mais: BlackBerry se prepara para MWC 2017 e lança novo smartphone

Apesar de todas as notícias a respeito dos seus lançamentos e chegada ao Brasil, a canadense não fez um grande esforço para divulgar ou colocar no mercado seu dispositivo, isso ficará a cargo das empresas licenciadas.

Um site popular de tecnologia, VentureBeat, bateu um papo com responsável pelas unidades de mobilidade da empresa, Alex Thurber e afirmou que a Blackberry já não fazia tanto esforço para produzir dispositivo, ainda disse na entrevista que estará preocupada apenas com software e que os aparelhos serão de responsabilidade das novas empresas licenciadas.

Aquele rumor, que a empresa deveria deixar de produzir modelos da DTEK, parece que era apenas um rumor, pode haver ainda novos licenciados.

A BlackBerry investirá seu tempo e recursos na produção de softwares para demandas especificas de grandes empresas, mas os planos já divulgados continuam, como a chegada no Brasil.

Alex Thurber acredita que ao licenciar a marca mobile, terá grandes oportunidades de avançar no mundo dos smartphones, em pouco tempo os licenciados lançarão novos produtos e de fácil acesso ao usuário, ainda acrescenta que será um ano muito empolgante para a BlackBerry.

A entrega da divisão mobile BlackBerry tem alguns termos, um deles é que a palavra final sobre o design e projeto dos futuros aparelhos serão da BlackBerry, para que não se perca a essência da marca.

Algo parecido aconteceu a pouco tempo, quando a HMD Global assumiu a divisão mobile da Nokia e tem sido um sucesso, será que a BlackBerry está se inspirando no modelo da Nokia? Será que chegará ao sucesso? Comente sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor entre com seu nome aqui