COMPARTILHAR

O Facebook lançou uma nova função nos Estados Unidos que na teoria pode ser bem interessante. De modo geral a nova função se trata de um botão de doações para campanhas e causas (enviar dinheiro utilizando o Facebook).

A ideia aqui é que as pessoas possam ajudar, por exemplo, algum familiar ou amigo que esteja passando por dificuldades ou até mesmo campanhas das mais diversas, com o fim de fazer o bem, tudo isso utilizando o Facebook. Essa opção já existia antes, mas se limitava a algumas páginas de ONGs e instituições que eram verificadas, no caso existia um atalha para pedir doação, a novidade seria que agora isso se expandiu para perfis e também uma opção de colocar o botão “Doar” durante transmissões ao vivo.

Cada curtida 50 centavos

Você provavelmente lembrou daquelas postagens, que muitas vezes lotava seu feed, com imagens fortes e histórias bem bizarras, que completavam dizendo que cada curtida ou compartilhamento, o Facebook doaria um determinado valor.

Todos sabem que isso sempre foi mentira e a nova função não tem nenhuma ligação. Se você quiser ajudar alguém, você mesmo terá que doar uma quantia, o Facebook vai apenas ser a ferramenta para você fazer isso.

Nem tudo é de graça

Se você já estava olhando o Facebook como uma empresa que estava tentando fazer algo para o bem, sem lucros, você se enganou. Cada doação terá uma taxa de 6,99% mais 30 centavos de dólar sobre o valor. O Facebook alegou que esse valor vai totalmente para os gastos burocráticos e o processamento necessário e o site não terão lucros com isso, mas honestamente é difícil acreditar que o Mark dispense uma chance de lucrar mais ainda.

 

De imediato é possível criar doações em algumas (poucas) categorias, no caso são Educação, Medicina, Medicina Veterinária, Crises Humanitárias, Emergências Pessoais e Funerais ou Falecimentos. Aparentemente as categorias foram bem escolhidas e podem ser bem uteis, mas de qualquer forma novas serão adicionadas no futuro.

Não existe previsão para a chegada da nova função para outros países.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here