COMPARTILHAR

Uma noticia o quanto cômica surgiu com o nome da Samsung envolvida. Um funcionário da empresa, furtou quase 9 mil smartphones, durante dois anos e só foi descoberto agora. Segundo informações, o motivador do furto, foi uma divida que o funcionário tinha, por causa de jogos de azar.

A dívida era de mais ou menos 800 mil dólares e para sanar, o mesmo subtraiu exatos 8.747 smartphones, mas um dos pontos mais cômicos é o fato dele ter feito isso durante dois anos, sem se quer ser notado a falta de algum dos aparelhos.

A história fica mais interessante quando se descobre que o funcionário possui deficiência física, por esse motivo é cadeirante e mesmo assim sua mobilidade reduzida não o impediu de fazer o furto por tanto tempo.

Como isso é possível?

Provavelmente você está se perguntando como uma pessoa, cadeirante, conseguiu furtar quase 8 mil smartphones de uma grande empresa (que provavelmente possui uma forte segurança). Pois bem, o funcionário, que apenas foi identificado como Lee, trabalhava na manutenção de aparelhos que eram utilizados por desenvolvedores da empresa (quem criava e fazia diversos testes com as atualizações, que em seguida iriam para o público), por esse motivo ele tinha fácil acesso a muitos aparelhos, em uma grande quantidade e foi ai que ele enxergou a possibilidade.

Entre dezembro de 2014 e novembro de 2016 Lee foi, aos poucos furtando alguns aparelhos, com a ideia de acabar com sua dívida. Durante esses dois anos ele pegou 8.747 smartphones, tendo mais ou menos 711 mil dólares em produtos.

Seu “truque de mestre” só foi descoberto a pouco tempo, pelo fato da empresa identificar que seus produtos haviam sido distribuídos no Vietnã e no caso, por se tratarem de aparelhos destinados a desenvolvedores, os mesmos não são comercializados. Com isso a Samsung avisou as autoridades asiáticas e as mesmas começaram a investigar o caso. Por fim Lee foi preso, sua dívida não foi paga e quase 8 mil smartphones estão circulando por ai.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor entre com seu nome aqui